terça-feira, 31 de maio de 2011

O Linguiceiro da Rua do Arvoredo


Tudo começou em 1864, em Porto Alegre (RS). José Ramos era considerado como um homem gentil, viajado e que andava bem vestido, visto em teatros e casas de ópera da cidade.  Ele era, na verdade, um inspetor de polícia de Santa Catarina que foi obrigado a fugir do estado após matar o próprio pai. Ramos teria comprado (ou alugado) uma casa na antiga Rua do Arvoredo (atual Rua Fernando Machado), de um sujeito chamado Carlos Klaussner, antigo dono de um açougue que funcionava no mesmo endereço.

Tempos depois ele conheceu Catarina Palsen, com quem passou a viver, e a praticar os tais crimes. Ao que tudo indica, ela, Catarina, de origem húngara, e de grande beleza, "atraía" as vítimas, que eram sempre homens de fora, prometendo a eles uma noite de luxúria.

No matadouro disfarçado de alcova, as vítimas eram distraídas com conversa inebriante e recebiam boa comida e boa bebida - além de um golpe certeiro de machado desferido por Ramos, que esquartejava e fatiava os corpos, para guardá-los dentro de um baú.

Para o trabalho, o açougueiro contava com a ajuda de Carlos Claussner que pouco tempo depois seria também morto pelo comparsa.

A carne dos corpos ia sendo moída aos poucos e transformadas nas famosas linguiças, que eram vendidas em seu açougue na rua da Ponte (hoje rua Riachuelo) e que eram muito apreciadas pelos habitantes da região.

Os crimes da rua do Arvoredo foram descobertos em 1894, chocando os cerca de 20 mil habitantes da cidade. Ramos foi condenado à forca. Catarina foi internada em um hospício, onde morreu louca. Claussner, àquela altura, já havia virado linguiça.

Apesar do escândalo, os crimes foram ignorados pela imprensa da época. A história repercutiu apenas nos jornais da França e do Uruguai. Acredita-se que o caso tenha sido abafado porque a população da cidade não queria ficar com a fama de canibais.

Catarina contou a policia todos os fatos e os detalhes de como as vitimas eram mortas e transformadas em linguiça.

Segundo registros históricos da policia de Porto Alegre, os crimes foram desvendados por um cachorro farejador de um menino que teria sido vitima do Açougueiro. Essa Historia mais tarde virou um livro, o historiador Décio Freitas tratou do tema escrevendo “O Maior Crime da Terra: O Açougue Humano da Rua do Arvoredo”.

Qualquer semelhança do Linguiceiro da Rua do Arvoredo com o filme Sweeney Todd - O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet é mera coincidência...

domingo, 22 de maio de 2011

Os Melhores Títulos de Filmes

O nome do filme, claro, é muito importante, afinal é o que o identifica. Alguns são mais simples, outros são mais bolados, alguns são sem graça e outros são geniais. As vezes nem sabemos sobre o que o filme trata, basta escutar aquele título curioso, que soa bem em nossos ouvidos, e já ficamos com vontade de assistir. Muitos dizem que o Brasil, é um país que estraga os títulos originais dos filmes, ou que, o título original é sempre melhor, mas nem sempre é assim. Por isso, eu pesquisei e tentei me lembrar de alguns filmes com os melhores nomes e reuni aqui pra vocês, levando em consideração os títulos nacionais.


Onde os Fracos Não Tem Vez
O Silêncio dos Inocentes
Bastardos Ingrórios


Mar de Fogo
Lágrimas do Sol
O Fabuloso Destino de Amelie Poulain


O Diabo Veste Prada
Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças
A Mão Que Balança o Berço


A Cor Púrpura
Os Outros
Cisne Negro


Um Drink no Inferno
Os Gritos do Silêncio
Satanás



Efeito Borboleta
Apertem os Cintos...O Piloto Sumiu! 
[Rec]


Entrevista com o Vampiro 
Laranja Mecânica
 Crepúsculo dos Deuses


O Resgate do Soldado Ryan
Diamante de Sangue
Bravura Indômita


Um Corpo que Cai
O Colecionador de Ossos
 O Que Terá Acontecido a Baby Jane? 


Eu Sei o Que Vocês Fizeram No Verão Passado
Quando Um Estranho Chama
O Pecado Mora Ao Lado


O Escafandro e a Borboleta
O Curioso Caso de Benjamin Button 
O Segredo Dos Seus Olhos

 

O Exorcismo De Emily Rose
Sobre Meninos e Lobos
O Advogado Do Diabo


Sweeney Todd - O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet
O Dia Depois de Amanhã
A Morte Lhe Cai Bem



A Menina Do Outro Lado Da Rua
  A Morte Convida Para Dançar
Meninos Não Choram


Fale Com Ela
Virgens Suicidas
Eu Receberia as Piores Notícias de Seus Lindos Lábios


A Escolha de Sofia
O Homem Que Sabia Demais
Dançando no Escuro


Narciso Negro
Quando Nietzsche Chorou
Primavera Para Hitler


Deus e o Diabo na Terra do Sol
Morangos Silvestres
A Mulher de Preto


Noivo Neurótico, Noiva Nervosa
Pérfida
π


Dois Perdidos Numa Noite Suja
 Quem Tem Medo de Virginia Wolf?
E Aí, Meu Irmão, Cadê Você?


O Assassinato de Jesse James pelo Covarde Robert Ford
A Pequena Loja de Suicídios
Dente Canino


Meu Pé Esquerdo
Amores Imaginários
3


Sim, a lista foi atualizada com sugestões dos leitores e de alguns filmes que eu me lembrei depois, e continuarei atualizando sempre que aparecer bons títulos, ajude-me e diga nos comentários que título você acha que deveria constar na lista e ainda não constou?

segunda-feira, 16 de maio de 2011

A Mansão Assombrada dos Winchester

A Mansão Winchester fica nos Estados Unidos, em San José, na California. Diz a lenda que é uma das casas mais assombradas do país.


A história da casa é sobre uma moça chamada Sarah Pardee que se casa com o dono de uma fábrica de rifles. Ao longo do tempo, essa fábrica cria um rifle que dizem ser o mais rápido e que foi o mais usado na época. Nesse tempo, nasce a filha de Sarah, mas pouco tempo depois a criança é morta por causa de uma doença. Logo, o marido de Sarah também morre, vítima de tuberculose.

Com a morte do marido, Sarah acaba ficando milonária, mas também sozinha e em total depressão. Ela começa a ouvir na casa barulhos estranhos e gritos. Desesperada, Sarah decidi procurar um médium, que lhe diz que a casa estava perturbarda pelos espíritos de todas as pessoas mortas pelos rifles Winchester e que as mortes em sua família eram uma vingança destes fantasmas. A médium aconselha Sarah a construir uma casa para os espíritos. Entretanto, a casa que estava precisava ser constantemente reformada para confundir os espíritos. Se a obra parasse, Sarah também morreria.

Sarah faz exatamente o que a médium fala, manda construir um casa e a reforma. Vários quartos foram construídos, e eram demolidos e reerguidos. Os operários revezavam os serviços dia e noite sem parar um dia se quer, e quando o chefe de obras chegava pela manhã, Sarah logo falava o que queria para o outro dia, assim os cômodos sempre mudavam de lugar e os espíritos ficavam confusos.

A construção não parou e Sarah foi mandando erguer mais e mais cômodos. A casa foi aumentada e reconstruída durante 38 anos, até que Sarah morreu aos 83, durante o sono.

A casa chegou a ter 7 andares, mas um terremoto derrubou 3. A mansão ficou com nada mais nada menos que 160 cômodos, 47 lareiras, mais de 600 portas e 10.000 janelas, além de muitas escadas e portas que não dão em lugar algum. Existe uma porta que se abre para um vão cuja queda corresponderia a dois andares. O lugar se tornou um labirinto onde os próprios trabalhadores que a construíram se confundiam.

Mansão Winchester atualmente

O aposento mais misterioso da casa é o quarto azul, onde Sarah, durante 38 anos, ia todas as noites para se encontrar com os espíritos. Ninguém pôs os pés neste quarto enquanto ela era viva.

O misterioso quarto azul

Atualmente a casa é amplamente visitada por turistas de todo o mundo e é considerada o maior imóvel da Califórnia. Até hoje, os visitantes afirmam ouvir vozes e aparições estranhas na mansão.

O assunto ganhou repercussão no Brasil após a veiculação de matéria sobre a Mansão Winchester no programa Fantástico, da Rede Globo, em 24 de junho de 2007. Veja a reportagem:


sexta-feira, 13 de maio de 2011

Por que a sexta-feira 13 é considerada o dia do azar?

Hoje é sexta feira 13!!! Nós sempre ouvimos falar que esta data é maligna e o dia do azar, mas por quê?

Tudo indica que essa crendice vem de duas lendas da mitologia nórdica. De acordo com a primeira das lendas sobre a sexta-feira 13, houve, no Valhalla – a morada celestial das divindades –, um banquete para 12 convidados. Loki, espírito do mal e da discórdia, apareceu sem ser chamado e armou uma briga em que morreu Balder, o favorito dos deuses. Instituiu-se, então, a superstição de que convidar 13 pessoas para jantar era desgraça na certa e esse número ficou marcado como símbolo do azar. A segunda lenda é protagonizada pela deusa do amor e da beleza, Friga, cujo nome deu origem às palavras friadagr e friday, “sexta-feira” em escandinavo e inglês. Quando as tribos nórdicas se converteram ao cristianismo, a personagem foi transformada em uma bruxa exilada no alto de uma montanha. Para se vingar, Friga passou a reunir-se, todas as sextas-feiras, com outras 11 feiticeiras, mais o próprio Satanás, num total de 13 participantes, para rogar pragas sobre a humanidade. Da Escandinávia, a superstição espalhou-se por toda a Europa, reforçada pelo relato bíblico da Última Ceia, quando havia 13 pessoas à mesa, na véspera da crucificação de Cristo – que aconteceu numa sexta-feira. No Antigo Testamento judaico, inclusive, a sexta-feira já era um dia problemático desde os primeiros seres humanos. Eva teria oferecido a maçã a Adão numa sexta-feira e o grande dilúvio teria começado neste mesmo dia da semana. 

Fonte: Revista Mundo Estranho

segunda-feira, 9 de maio de 2011

A Incrível Guerra de Tróia


A lenda conta que a deusa (ninfa) do mar Tétis era desejada como esposa por Zeus e por Poseídon. Porém Prometeu fez uma profecia que o filho da deusa seria maior que seu pai, então os deuses resolveram dá-la como esposa a Peleu, um mortal já idoso, tencionando enfraquecer o filho, que seria apenas um humano. O filho de ambos foi Aquiles, e sua mãe, visando fortalecer sua natureza mortal, o mergulhou quando ainda bebê nas águas do mitológico rio Estige. As águas tornaram o herói invulnerável, exceto no calcanhar, por onde a mãe o segurou para mergulhá-lo no rio (daí a expressão "calcanhar de Aquiles", significando ponto vulnerável). Aquiles se torna o mais poderoso dos guerreiros, porém, ainda é mortal. Mais tarde, sua mãe profetisa que ele poderá escolher entre dois destinos: lutar em Troia e alcançar a glória eterna, mas morrer jovem, ou permanecer em sua terra natal e ter uma longa vida, porém ser logo esquecido. Aquiles escolhe a glória.

Para o casamento de Peleu e Tétis todos os deuses foram convidados, menos Éris (ou Discórdia). Ofendida, a deusa compareceu invisível e deixou à mesa um pomo de ouro com a inscrição "À mais bela". As deusas Hera, Atena e Afrodite disputaram o título de mais bela e o pomo. Zeus não quis ser o juiz, para não descontentar duas das deusas, então ordenou que Páris resolvesse a disputa.

Páris era filho de Príamo, rei de Tróia, mas quando a esposa de Príamo, Hécuba, estava grávida de Páris, sonhou que estava dando à luz a uma porção de serpentes que se enrolavam uma nas outras e silvavam. Chamados a interpretar este sonho, os adivinhos disseram que o menino causaria a ruína da família e a destruição de Tróia, assim, quando o bebê nasceu, Priamo ordena para um serviçal atirar a criança do alto de uma montanha. O encarregado de cumprir a ordem real não tem coragem de matar o bebê e o abandona. Ele foi encontrado por um pastor, sendo criado para também se transformar em um deles.

Páris cresceu e se tonou um belo pastor de ovelhas. Certo dia, enquanto ele estava vigiando seu rebanho, Hermes levou as três deusas para que as julgasse. Para ganhar o título de "mais bela", Atena ofereceu a Páris poder na batalha e sabedoria, Hera ofereceu riqueza e poder e Afrodite, o amor da mulher mais bela do mundo. Páris deu o pomo à Afrodite, ganhando sua proteção e o ódio das outras duas deusas contra si e contra Troia.

Helena e Páris, quem diria que uma paixão resultaria em uma terrível guerra?

A mais bela mulher do mundo era Helena, a filha de Zeus e Leda. Muitos reis e nobres desejaram desposá-la, e antes que seu pai mortal, Tíndaro, anunciasse o nome do feliz escolhido, fez todos jurarem respeitar a escolha de Helena e virem em ajuda de seu marido se algo lhe acontecesse. Helena casou com Menelau, rei de Esparta, e na época que Páris veio visitá-los tinham uma filha, Hermíone. Menelau recebeu Páris muito bem em sua casa, mas Páris pagou esta hospitalidade raptando Helena, e fugindo com ela de volta a Tróia. A participação de Helena nesta situação é explicada de diferentes maneiras nas várias fontes: foi raptada contra a sua vontade, ou Afrodite também deixou-a louca de desejo por Páris.

Menelau convocou todos os outros pretendentes anteriores de Helena, e todos os outros reis e nobres da Grécia, para ajudá-lo a montar uma expedição contra Tróia, de modo a recobrar sua esposa.

Agamenon então assumiu o comando de um exército de mil navios e atravessou o mar Egeu para atacar Tróia sob o auxílio de Ulísses (que fingiu-se de louco para não ir a guerra sabendo que se partisse passaria 20 anos sem regressar a seu reino), levando consigo grandes Guerreiros como Aquiles, Ajax, o pequeno Ajax, Diomedes, Idomeneu entre outros. As naus gregas desembarcaram na praia próxima a Tróia e iniciaram um cerco que iria durar dez anos e custaria a vida a muitos heróis de ambos os lados.

Um deles foi Heitor, morto por Aquiles por vingança por ter matado seu amante Pátroclo, e Aquiles morreu com uma flechada certeira em seu único ponto vulnerável: o calcanhar.

Aquiles, triunfante, arrasta o corpo de Heitor .

Finalmente, a cidade foi tomada graças ao artifício concebido por Odisseu (Ulisses): fingindo terem desistido da guerra, os gregos embarcaram em seus navios, deixando na praia um enorme cavalo de madeira, que os troianos decidiram levar para o interior de sua cidade, como símbolo de sua vitória. À noite, quando todos dormiam, os soldados gregos, que se escondiam dentro da estrutura oca de madeira do cavalo, saíram e abriram os portões para que todo o exército (cujos navios haviam retornado, secretamente, à praia), invadisse a cidade.

Apanhados de surpresa, os troianos foram vencidos e a cidade incendiada. As mulheres foram escravizadas. O rei Príamo e a maioria dos homens foram mortos. Helena que causou os 10 anos de guerra e a morte de vários heróis, foi recuperada por seu marido e se reconciliou com ele.

A Guerra de Tróia realmente aconteceu?

Sim, mas lógico sem toda essa parte lendária e cheia de intervenções divinas!

Baseado numa leitura atenta do texto de Homero, um Alemão chamado Heinrich Schliemann, apaixonado pela Ilíada, encontrou uma cidade parecida com Tróia e logo fez escavações ali. Encontrou destroços de uma cidade que tinha marcas de incêndios, logo constatou-se que era a cidade de Príamo.

Mas lógico, Homero enfeitou um pouco as coisas, a cidade não era tão grande como ele dizia e o motivo da guerra não foi a paixão por uma linda mulher, e sim a paixão pela grana! Parece certo que a agressão dos gregos teve uma causa econômica, Tróia e seus aliados eram ricos, o que provocava a cobiça dos outros.

Cinema

Tróia, 2004, de Wolfgang Petersen

Helena de Tróia, 2003, de John Kent Harrison

sexta-feira, 6 de maio de 2011

50 Clichês do Cinema


De tanto assistirmos filmes, percebemos que por mais diferente que seja o seu enredo, no mundo do cinema certas coisas nunca mudam, são os famosos "clichês", coisas que sempre se repetem em vários filmes. Até mesmo os maiores vencedores de Oscar, sempre possuem uma cena "manjada", que faz você pensar: "Ei, eu já vi isso antes!". Confira alguns dos clichês mais frequentes nos filmes:

1 - Aquele nerd que vive sendo humilhado na escola será o responsável por salvar o mundo.

2 - Hackear é algo fácil. Sem muitas dificuldades é possível quebrar códigos complexos, invadir os sistemas mais bem protegidos do mundo e fazer download de arquivos secretos.

3 - Os vilões são péssimos de pontaria. Você pode estar cercado por centenas de inimigos, mas eles errarão todos os tiros.

4 - Se você cai de um precipício, prédio ou qualquer lugar alto e uma pessoa te segura por uma mão, então a sua mão irá escorregar aos poucos até ficar seguro apenas por um ou dois dedos. Então, se for vilão você escorrega e cai, se for mocinho, o braço livre da pessoa que está te segurando vai te pegar no exato momento em que você cair e puxar você pra cima.

5 - Há sempre um Táxi passando bem na hora em que você sai de um local e precisa de um.

6 - Em vez de darem alguns tiros, os vilões preferem matar os seus prisioneiros com coisas complicadas que sempre dão a chance do prisioneiro escapar.

7 - Ao fazer uma ligação, a pessoa mal disca o número e já é atendida, ao menos quando está em apuros, aí ninguém atende.

8 - Todas as camas têm lençóis em forma de L que tapam as mulheres até aos ombros e os homens até a cintura.

9 - A tosse é sinal de uma doença fatal.

10 - Sempre que você entrar no carro para fugir, o carro não funciona de primeira.

11 - Se a protagonista começa o filme feia, no final será a mais linda, eleita a rainha do baile.

12 - Se você transar em um filme de terror, com certeza morrerá.

13 - Quando se está dirigindo um carro não é preciso olhar para frente, pode-se olhar para a pessoa ao lado ou de trás durante toda a viagem.

14 - O assassino mata com facilidade todos que encontra pela frente até encontrar a protagonista. Então começa uma perseguição interminável e o assassino não consegue matá-la.

15 - Alguém se aproxima lentamente de uma porta. Vai tocar a maçaneta, a trilha sonora aumenta. Música de suspense, as pessoas assistindo o filme se grudam na cadeira. A porta vai abrindo lentamente. E então mostra o que tem atrás da porta: NADA. Acaba a música de suspense e a pessoa entra pela porta sem problemas.

16 - Um bom policial tem que ser divorciado ou viúvo e ter uma filha adolescente que o odeia.

17 - Mulheres solteiras têm um gato.

18 - Quando se apaga a luz para dormir, o quarto continua iluminado, apenas um pouco escurecido.

19 - Sempre tem uma vaga disponível para estacionar bem em frente ao prédio que se visita.

20 - Um detetive só consegue resolver um caso se tiver sido suspenso do serviço ou se aposentado.

21 - Quanto mais um homem e uma mulher se odeiam mais provavelmente eles vão terminar o filme juntos.

22 - Pedestres em Hollywood tem os melhores reflexos do mundo. Estão acostumados a sair da frente no momento exato para sobreviver ao acidente.

23 - O assassino não morreu. Apenas na 3ª ou 4ª vez em que você acha que ele morreu, ele realmente está morto. Isso se o filme não terminar com ele “ressuscitando” mais uma vez.

24 - Cicatrizes no rosto deixam as pessoas paranóicas e com sede de vingança.

25 - Em toda investigação policial é preciso ir pelo menos uma vez a uma boate de strip tease.

26 - Quando alguém vai começar uma briga no bar a primeira coisa que faz é quebrar uma garrafa, logo, a pancadaria será generalizada e todos estarão brigando.

27 - A policia chega no final do filme quando o terror já terminou. Isolam a área com fita amarela e as vitimas se abraçam.

28 - As bibliotecas e os arquivos de jornais sempre têm o que o mocinho procura.

29 - Os cachorros sempre sentem os fantasmas, e sempre sabem quem são os malvados.

30 - Criminosos guardam sempre recortes de jornais do crime que cometeram no passado, que acabam sendo encontrados pelo mocinho.

31 - Em filmes de artes marciais, o mocinho sempre apanha até quase morrer. Quando tudo parece perdido ele lembra-se dos ensinamentos do seu mestre e então com um super ultra mega golpe derrota seu inimigo.

32 - Não importa que se esteja em desvantagem numérica em uma luta. Os inimigos esperam para atacar um por um. Quando o mocinho vence o primeiro oponente, outro vai lutar com ele, enquanto os outros ficam ao redor esperando.

33 - Em um tiroteio, quando o mocinho e o bandido ficam frente a frente apontando as armas um para o outro, ao invés de atirar, eles começam a conversar.

34 - Sempre que os mocinhos são capturados, os vilões revelam todos os seus planos nos mínimos detalhes, enquanto eles falam, o mocinho consegue se soltar e frustrar os planos do vilão.

35 - Nos filmes de terror, sempre que entra um assassino na casa, as pessoas fogem para o andar de cima, e não para fora da casa.

36 - Desde que o personagem use máscara, torna-se completamente irreconhecível. É impossível reconhecer alguém pela voz ou pelo corpo.

37 - Todas as bombas estão equipadas com relógios que dizem exatamente quando irão explodir. Os heróis só conseguem desarmar uma bomba no último segundo.

38 - Durante uma perseguição e carros, um deles tem sempre que destruir uma banca de frutas.

39 - Em um filme de terror, as garotas peitudas que mostram os peitos no filme morrem, as peitudas que não mostram os peitos não morrem. As não peitudas não fazem filmes de terror.

40 - Quando se é perseguido através das ruas de uma cidade, pode-se escapar por meio de um desfile que por acaso está passando.

41 - Todos os asiáticos sabem artes marciais.

42 - Todo prédio tem um sistema de ventilação que te leva exatamente para onde você quer.

43 - Um homem não sente dor quando é espancado, mas sente quando uma mulher limpa seus ferimentos.

44 - Numa casa assombrada as mulheres investigam os ruídos estranhos seminuas, com as roupas mais transparentes possíveis.

45 - Não importa a força da batida, os carros sempre explodem e voam.

46 - Os heróis nunca sofrem penas por homicídio ou ofensas criminais apesar de destruírem cidades.

47 - A casa custou barato porque é assombrada.

48 - Qualquer pessoa aterrissa facilmente um avião quando é preciso.

49 - As mulheres acordam maquiadas e penteadas.

50 - Ao sair do taxi não é preciso olhar para a carteira e contar o dinheiro, sempre se tira a quantia certa.


domingo, 1 de maio de 2011

Os Melhores Posters Feitos por Fãs

Há inúmeros cartazes falsos pela internet de filmes que ainda não existem. Eles são produzidos por fãs ansiosos e acabam ficando geniais e às vezes melhor até que os originais. Foi pensando nisso que eu saí caçando pela net os melhores cartazes fake de alguns filmes e me surpreendi com o que encontrei. Confira:

God Of War


Filme do Walt Disney


Chapolin Colorado


Capitão América: O Primeiro Vingador




Thor





Os Vingadores





Homem - Aranha 4




Batman - The Dark Night Rises










Mulher - Maravilha


Liga da Justiça


Superman - O Homem de Aço


DeadPool


X-Men Origins: Gambit